Armandinho

Erva Danada

Armandinho

1.153 exibições
Caia erva danada
Caia erva danada
Caia erva danada
Caia erva danada

         Em               C|
É reggae sim, se é reggae não	|
                    D  |
Vai ficar brigando agora se	|
                      G	| 
isso é reggae se é baião|
                  Em		| 2 VEZES
Que que é isso então?		|
      C				|
Qué qué!			|
             D			|
Tá surdo véio?			|
          G			|
É reggae não			|

G
 Seu doutor o que que eu 
	Em>             C
faço com minha filha
        D
Essa menina reprovou-se outra
	G
vez
                 Em
E dorme o tempo todo, tem
			C
larica, sente lombra
		      D	
Pra ficar com olho vermelho
		  G 	
Olha só o que ela fez
		   Em 
Depois que ela arrumou um
            C
amiguinho
       D 
O nome dela essa garota
	     G  	
esqueceu
        Em
O tal moleque anda de carro
		  C 
zero importado
 		   D
O pai dele tem dinheiro anda 
com pau
	     G	
Maior que o meu
                  Em         C
E agora que eu notei sua barriga
         D  
Tá crescidinha e ela era tão
            G
candinha
                Em
O que será que tem de errado
                    C
com essa malvada    
        D    
Tá possuída pra ficar tão
             G
depravada
             Em
A droga da vizinha tá me
	   C	
dizendo
         D
Que tudo isso é obra da erva
	  G 
danada
		   Em
Tem pai que é cego que não
	                     C
se conforma com a parada
                   D
Mais o diacho da menina tá
                      G
virando é maconhada

Caia erva danada   |             
                       Em  |
Que que eu faço seu dotor? |
                       C   |         
Que que eu faço seu dotor? |           
       D                   |       
Essa menina tá virando     |            
	     C             |     
é maconhada        |2 VEZES
                           | 
Caia erva danada   |             
                       Em  |
Que que eu faço seu dotor? |
                       C   |         
Que que eu faço seu dotor? |           
       D                   |       
Essa menina tá cheirando   |            
	       C           |     
erva danada        |

- Isso não se cheira pai, isso fuma
Caia erva danada
Qué, qué - Relaxa pai...

Vocalização (G Em C D)

G
 Seu doutor o que que eu 
	Em>             C
faço com minha filha
        D
Essa menina reprovou-se outra
	G
vez
                 Em
E dorme o tempo todo, tem
			C
larica, sente lombra
		      D	
Pra ficar com olho vermelho
		  G 	
Olha só o que ela fez
		   Em 
Depois que ela arrumou um
            C
amiguinho
       D 
O nome dela essa garota
	     G  	
esqueceu
        Em
O tal moleque anda de carro
		  C 
zero importado
 		   D
O pai dele tem dinheiro anda
com pau
	     G	
Maior que o meu
                  Em         C
E agora que eu notei sua barriga
         D  
Tá crescidinha e ela era tão
            G
candinha
                Em
O que será que tem de errado
                    C
com essa malvada    
        D    
Tá possuída pra ficar tão
             G
depravada
             Em
A droga da vizinha tá me
	   C	
dizendo
         D
Que tudo isso é obra da erva
	  G 
danada
		   Em
Tem pai que é cego que não
	                     C
se conforma com a parada
                   D
Mais o diacho da menina tá
                      G
virando é maconhada

Caia erva danada   |             
                       Em  |
Que que eu faço seu dotor? |
                       C   |         
Que que eu faço seu dotor? |           
       D                   |       
Essa menina tá virando     |            
	     C             |     
é maconhada        |2 VEZES
                           |
Caia erva danada   |             
                       Em  |
Que que eu faço seu dotor? |
                       C   |         
Que que eu faço seu dotor? |           
       D                   |       
Essa menina tá cheirando   |            
	       C           |     
erva danada        |

- Isso não se cheira pai, isso fuma


Enviada por Sem inscrição
Nº de acordes: 7