Legião Urbana
Tom: Bb
Intro: Bb Eb
 

Eb
João Roberto era o maioral
        F
O nosso Johnny era um cara legal
       Eb
Ele tinha um Opala metálico azul
         Bb             G      F
Era o rei dos pegas na Asa Sul
               Bb
E em todo lugar
                G
Quando ele pegava no violão
        Ab
Conquistava as meninas 
E quem mais quisesse ver
    Eb
Sabia tudo da Janis
         G
Do Led Zeppelin, dos Beatles e dos Rolling 
        (Bb)
Stones
                Eb
Mas de uns tempos prá cá
Meio sem querer
                       F   Bb
Alguma coisa aconteceu
   Eb                      Bb
Johnny andava meio quieto demais
        G       F Bb
Só que quase ninguém percebeu
           G
Johnny estava com um sorriso estranho
            Ab
Quando marcou um super pega no fim de semana
Eb
Não vai ser no CASEB 
                F               (Bb)
Nem no Lago Norte, nem na UnB
      Eb
As máquinas prontas, o ronco de motor
             F
A cidade inteira se movimentou
              Eb        
E Johnny disse:
                Bb 
"- Eu vou prá curva do Diabo em Sobradinho 
G       F
e vocês ?"
(A Em7 G D) - 2 batidas para cada acorde
E os motores saíram ligados a mil prá estrada da 
morte o maior pega que existiu
Só deu para ouvir, foi aquela explosão 
E os pedaços do Opala azul de Johnny pelo chão
No dia seguinte, falou o diretor: - O aluno João Roberto 
não está mais entre nós
Ele só tinha dezesseis. Que isso sirva de aviso prá vocês".
E na saída da aula, foi estranho e bonito todo o mundo 
cantando baixinho:
Strawberry Fields Forever Strawberry Fields Forever
E até hoje, quem se lembra diz que não foi o caminhão
Nem a curva fatal e nem a explosão
Johnny era fera demais prá vacilar assim
E o que dizem que foi tudo por causa de um coração partido
Um coração... um coração...um coração 
Bye, bye bye Johnny. 
Johnny, bye, bye. 
Bye, bye Johnny.
  • Enviada por: Sem inscrição
  • Exibições: 6.121
  • Nº de acordes: 8