Djavan

Avô

Djavan

328 exibições
Tom: G
Intro: (  G5  G5-  C* C4 C*  )   2 X  (Dedilhado)

G5           G5-             C*         C4  C*    
E se eu parar de tomar pra sempre sundae
G5           G5-                C*       C4  C*     
E não amar Levi-Strauss em seu enleio
C             Bm            Am     Bm
Se eu achar démodé , quem serei?
G5      G5-                      C*       C4  C*     
E se tiver tudo chato e o céu for feio
G5         G5-                  C*        C4  C*    
E eu decidir que Chopin, não solfejarei
C              Bm    Am         Bm     C         Bm       Gm/Bb
Se eu fizer um ar blazé, quem serei?   Quando eu for saberei. 
   Dm  D4  D5- D4                Em7/5-    A7/5+
Como eu era um homem longe do que sou
   Dm  D4  D5- D4          Em7/5-    A7/5+
Preocupado em me mostrar capaz...
   Dm             D5-                  Em7/5-    A7/5+   A7
Nem que eu queira, hoje posso ser tal rapaz
  Gm7                              Dm  D4  D5-  D4
Não sou mais, não sou mais, não sou mais
  Gm7                 		   Dm  D4  D5-  D4
Não sou mais, não sou mais, não sou mais, enfim
  Gm7                 		 Dm          D4  D5-  D4
Não sou mais, não sou mais nem mesmo o que eu serei, sou
  Gm7                 		    
Não sou mais, não sou mais.
(    G5    G5-    C*    C4     C*    )    
G5          G5-           C*       C4  C*    
E no balaio da construção de um homem
G5           G5-                C*        C4  C*     
Revejo os moldes e as massas que eu já usei
C             Bm    Am       Bm      C               Bm            Gm/Bb
Pois viver é reviver,      hoje eu sei,         quem eu for, já encontrei
         Bm7        E7/9         Bm7   E7/9
E de quebra a experiência me ensinou:
Am7	     D7       Am7                   D7     Am7              D7
É preciso juventude,      para que eu me torne avô,   é preciso juventude
F6                  G#°           Gm7          C7/9
Quem me dera tê-la intacta a cada era  como uma flor
F6		  G#°                Gm7               C7/9
Que algum dia, alguém espera em outra porta que o futuro preparou
F6                 G#°             Gm7          C7/9
Quem me dera tê-la intacta a cada era  como uma flor
F6	          G#°       Gm7  C7/9
Que algum dia, alguém espera


Enviada por Sem inscrição
Nº de acordes: 25