Fernando e Sorocaba

Companheiro

Fernando e Sorocaba

1.558 exibições
Tom: C                                               
Intro: C  C  F  G  C  C  F  G  C  F  C

C   
Sexta-feira a noite, eu e mais um Companheiro
F
Fomos tomar chope num boteco, sem dinheiro
G                   F                         C    G
E passamos o tempo, contando histórias sem parar
C			
Tinha tanta gente que não era brincadeira
F                       
Tinha gente boa, mas também tinha tranqueira
G                   F                       C     G
Teve um arrasta-pé, um bailão do bom pra danar
C			                                          
Foi quando o seu Mané, o proprietário lá do bar
F
Disse: Companheiro está na hora de fechar
G                  F                          C
Que eu me lembrei, que eu já não tinha um tostão

Refrão:                   
G             C                        F C
Manoel disse: Limpa tudo Companheiro
F                           
Já que ocês não tem dinheiro
G                  F   
Limpa esse boteco, lava esse poleiro
C                             G  Am  Bm
Limpa tudo Companheiro
C                             F C
Limpa tudo Companheiro
F                           
Já que ocês não tem dinheiro
G                   F   
Limpa esse boteco, lava esse poleiro
C                            G  Am  Bm                    
Limpa tudo Companheiro

C
Lavei os dois banheiros e os copos enxuguei
F                                     
Ai dei meu Deus que fria eu me enfiei
          G                  F                       C   G
Eu só queria era saber, que horas que aquilo ia acabar
C
Olho para o lado e o meu amigo no escovão
      F   
Enquanto o seu Mané segurava um três-oitão 
G                    F                   C   G
E ia repetindo, prejuízo hoje eu não levar

   C
Eu tava tão cansado, que era coisa do outro mundo
F
Ai dei meu Deus, como é bom ser vagabundo
       G                        F                   C   G
Só de raiva eu vou deixar, minha casa um mês sem limpa

Refrão:                   

G             C                        F C
Manoel disse: Limpa tudo Companheiro
F                           
Já que ocês não tem dinheiro
G                  F   
Limpa esse boteco, lava esse poleiro
C                                 G  Am  Bm
Limpa tudo Companheiro
C                                 F C
Limpa tudo Companheiro
F                           
Já que ocês não tem dinheiro
G                   F   
Limpa esse boteco, lava esse poleiro
C                         F  G                    
Limpa tudo Companheiro
 
SOLO.: C  F  G  C  C7  F  G  C  F  C                                             

    C
Já era madrugada e o serviço estava feito
F                                  
Eu e meu amigo deixamos tudo no jeito
     G                    F                       C   G
Foi quando um ladrão, entrou no boteco do seu Manoel
C
Disse: Mãos ao alto, todo mundo pra cozinha
     F
Mas, eu e o meu amigo se escondêmo atrás de uma mesinha
   G                G F# F                     C7
E quando ele saiu,       a cadeira nele eu quebrei
C                  C/Bb            
Antes caloteiro e agora um bom freguês
Am7                       Am6
Aqui nesse boteco, sou tratado com um rei
       G                F                          C
Mas, com uma diferença, nós não precisamos mais pagar
                                                     
G            C                         F C
Manoel disse: Toma todas Companheiro
F
Nem precisa de dinheiro
G                      F
Salvaram o meu boteco, livraram o meu dinheiro
C                             G  Am  Bm
Toma todas Companheiro
C                             F C
Toma todas Companheiro
F
Nem precisa de dinheiro
    G                      F
Salvaram o meu boteco, livraram o meu dinheiro
C                       C/Bb   C
Toma todas Companheiro, eah!, eah!


Enviada por lui
Nº de acordes: 11