Deborah Blando

Unicamente

Deborah Blando

409 exibições
Tom: D

D    A    D          G
Vem sentir a era da águas,
D        A         D    G
O velho tempo terminou.
D      A    D           G
Somos filhos da mãe natureza,
D          A          D  G
Do vento e do total amor.  
D                       A
Segue em sua história, dada de Atlântis, 
D              G
Todo começo é caos.
D                A               D               G
A raça humana, eterna mutante, nascia o plano astral.  
   D     A            Bm          F#m
Raiou o sol, que haja luz no novo dia,
   D      A      Bm             G
A voz da fé, é a sombra que te guia.
    D     A         Bm           F#m
Eu vou buscar, no silêncio do teu mar,
   D     A     G/B
Linda sereia, Odoiá Iemanjá.  
D   A     D            G
Nas ondas que lavam a terra,
D     A             D   G
Vem descendo um espiral.
D     A    D              G
Tom sereno, que pulsa no mantra,
D      A          D   G
Do teu canto sideral.  
D                A
Deusa da fonte, rede gigante,
   D                 G
Espelho do eterno andar.
D              A
Toda visão do morro distante,
D                 G
sonho pra nos lembrar.  
   D     A          Bm         F#m
Raiou o sol, olha o mar que alegria,
    D     A      Bm           G
Sentir você, é viver em harmonia.
    D      A           Bm            F#m
Eu vou buscar, pedras brancas pra te dar,
   D     A    G/B 
Linda sereia, odoiá Iemanjá. 
D       A    D       G 
Vem sentir, somos divinos,
D          A         D  G
Grãos de areia da razão.
D       A    D     G
Num só corpo unicamente,
D     A             D  G
Escolhemos fio e o som.  
D                 A
Esse é o motivo, certo destino,
 D           G    D       
Tentam a ilusão, Íris da noite,
A             D          G
Ela revela próxima dimensão.  
   D     A          Bm         F#m
Raiou o sol, olha o mar que alegria,
    D     A      Bm           G
Sentir você, é viver em harmonia.
    D      A           Bm            F#m
Eu vou buscar, pedras brancas pra te dar,
   D     A    G/B 
Linda sereia, odoiá Iemanjá.


Enviada por Sem inscrição
Nº de acordes: 6